Itanhaém abre concurso público para 127 vagas. Confira!

0
concurso-publico-prefeitura-itanhaem-2017

A Prefeitura de Itanhaém divulgou nesta terça-feira (23) o edital do Concurso Público 01/2017, que abre 127 vagas em 25 cargos. As inscrições podem ser realizadas pelo site da Vunesp, entre os dias 30 de maio e 7 de julho. Os salários variam de R$ R$ 1.010,00 a R$ 1.722,00. O concurso é válido por dois anos, sendo prorrogável por mais dois, a partir da data da homologação. A taxa de inscrição varia de R$ 35,00 a R$ 45,00.

O concurso é voltado para três níveis de ensino: pessoas alfabetizadas, pessoas que tenham ensino fundamental incompleto até a 4ª série e pessoas com ensino fundamental completo.

Para se inscrever, o candidato também deve preencher alguns requisitos, entre eles: ter nacionalidade brasileira ou portuguesa; em caso de sexo masculino, estar em dia com o Serviço Militar; estar em dia com a Justiça Eleitoral; não registrar antecedentes criminais; e outras condições, especificadas no Edital.

Os seguintes cargos serão contemplados neste concurso: ajudante geral (50), calceteiro (7), esgoteiro (5), lavadeira (2), auxiliar escolar (10), carpinteiro (1), eletricista (1), encanador (2), frentista (2), marceneiro (1), operador de máquinas – motoniveladora (1), operador de máquinas – pá carregadeira (1), operador de máquinas – retroescavadeira hidráulica (3), operador de máquinas – trator agrícola (3), pedreiro (5), pintor (2), servente (10), agente de combate às endemias (1), guarda-vidas (2), monitor de transporte escolar (2), motorista de caminhão (5), motorista de transporte escolar (3), recepcionista (6), telefonista (1), telefonista – auxiliar de regulação médica (1).

A prova objetiva, para todos os cargos, está prevista para 20 de agosto. A convocação para a prova prática, para os cargos que a requerem, será publicada no Boletim Oficial e divulgada nos sites da Prefeitura de Itanhaém e da Fundação Vunesp.

Comentários

Comentários

Sobre o Autor

Prof. Alex

Alex Marcelo é vereador da Estância Balneária de Mongaguá e professor da Escola Técnica Estadual.

Nenhum comentário